Alimentação para gatos filhotes

Os gatos são seres amáveis, maravilhosos e que encantam facilmente qualquer ambiente, especialmente quando bem cuidados e alimentados desde pequenos, o famoso bom trato! Mas como cuidar da alimentação dos gatos filhotes? Existem de fato recomendações especiais? Posso dar comida de humanos para eles? São muitas as perguntas!

Mas se você chegou até aqui é porque realmente deseja conhecer mais a respeito da alimentação dos filhotes de gatos e certamente encontrará informações relevantes aqui! Leia integralmente o artigo e conheça muito detalhes interessantes sobre o tema.

Os primeiros passos

 O seu primeiro contato com o gato filhote é fundamental para que todo o processo alimentar do gato seja bem construído e facilitado, portanto, preste bastante atenção nesses fundamentos e transforme seu gato filhote num tremendo campeão de saúde no futuro!

O passo fundamental é identificar o tempo de vida que seu filhote tem, ou seja, se ele for recém-nascido mantenha ele se amamentando na mãe! Nessa fase é o alimento mais completo que ele poderá receber! Contudo, se a mãe não estiver mais presente por qualquer motivo, sendo ele um recém-nascido, então converse com um veterinário a respeito das papinhas desmame. Tais papinhas são uma excelente opção na falta da genitora, garantindo ao filhote os níveis mínimos de nutrição que ele precisa para se desenvolver bem.

Note que essa fase é para recém-nascidos, ou seja, gatos de até quatro semanas de vida!

Nunca ofereça leite de vaca! 

Seja a fase que for jamais ofereça leite de vaca para o seu gato, pois esse é um mito que precisa ser desconstruído. Esse não é um alimento próprio para ele, podendo fazer até com que tenha intoxicações caso tenha alergia a lactose!

Após o procedimento descrito na fase de recém-nascido, siga a orientação a seguir.

Deixando a fase de recém-nascidos

 Quando o gato estiver se aproximando da quarta semana de vida ele já poderá comer alimentos mais sólidos e então será um bom momento para você introduzir aos poucos a ração para gatos na alimentação do seu felino.

Não troque a papinha desmame (ou o leite materno) do filhote por ração de uma vez, de forma abrupta, faça isso bem lentamente, misturando aos poucos e reduzindo a cada dia o teor da desmame até que só sobre a ração.

Existem muitas marcas boas de ração no mercado e que podem ser complementadas com sachês, petiscos, etc. Comprando em petshops ou agropecuárias devidamente legalizadas, você não correrá riscos, pois certamente elas só comercializarão rações adequadas, com níveis mínimos de valores nutricionais.

Posso dar comida de humanos para os gatinhos?

 Alguns alimentos até são liberados para os filhotes consumirem, geralmente algumas frutas e legumes, no entanto recomendamos que não entre nessa piração, pois você terá de ficar literalmente com uma tabela em mão identificando aquilo que o gatinho poderá ou não comer e isso aumentará muito o seu trabalho diário. Certamente, muito mais fácil é acostumar desde cedo o seu bichano a comer ração, que é devidamente balanceada e muito fácil de ofertar a ele diariamente.