Depressão adolescente: Guia completo para entendê-lo.

Resultado de imagem para Depressão adolescente

Depressão adolescente: Guia completo para entendê-lo.

A depressão é considerada a terceira doença mental mais frequente, por trás dos transtornos do uso de substâncias e da ansiedade. Durante a adolescência, existem inúmeras mudanças físicas e psicológicas que nos fazem considerar este estágio de alta vulnerabilidade. Neste artigo, falamos sobre depressão em adolescentes, critérios, sintomas, fatores de risco, causas, avaliação, tratamento e o que podemos fazer para ajudar.
Depressão em adolescentes
depressão adolescente é um distúrbio de humor que a inibição em conjunto, sentimentos de vazio ou solidão, falta de interesse em actividades que antes eram agradáveis ​​(anedonia), diminuição ou aumento do apetite, sentimentos de culpa ou deficiência, agitação ou atraso psicomotor é dada e até mesmo ideação suicida. Podemos dizer que a depressão em adolescentes é composta de sintomas somáticos, afetivos, cognitivos e físicos.

Depressão em adolescentes: critérios
Atualmente nem o DSM-5 nem o CID-10 consideram a depressão em adolescentes como uma categoria independente. O motivo é que a depressão, tanto em adolescentes quanto em adultos, apresenta uma sintomatologia muito semelhante, que muda em nível individual e de acordo com o estágio da vida.

De acordo com o manual de diagnóstico dos transtornos psiquiátricos DSM-5, a depressão seria caracterizada pelos seguintes critérios:

Resultado de imagem para Depressão adolescente

A. 5 ou mais dos seguintes sintomas estão presentes por um período de 2 semanas, e representam uma mudança em relação ao funcionamento anterior: pelo menos um destes sintomas deve ser: 1. Humor depressivo ou 2. Perda de interesse ou capacidade de prazer (anedonia).
Chaves para identificar depressão em adolescentes
A sintomatologia da depressão em adolescentes e adultos é bastante semelhante. A depressão em adolescentes não deixa de ser um conjunto de sintomas sendo o mais característico o estado de espírito. No entanto, a depressão em adolescentes pode apresentar uma série de sintomas freqüentes que podem nos ajudar a identificá-lo. Para isso, devemos atender às seguintes mudanças em seus hábitos de vida:

 

– Problemas de sono ou mudança nos hábitos noturnos: dormir menos que o habitual, dormir excessivamente, reclamar de um sono não restaurador ou de sonhar com um tema triste ou mesmo suicida.
– Mudanças nos hábitos alimentares: aumento ou diminuição do apetite ou peso. Pode até haver uma relação entre a existência de depressão e anorexia ou outro transtorno do comportamento alimentar.

 

– Perda de interesse em atividades

Resultado de imagem para Depressão adolescente

anteriormente desfrutadas: diminuição ou cessação de partidas com colegas de classe ou deixar de praticar esportes. Pode ocorrer como falta de motivação para realizar atividades que anteriormente lhe atraíssem com frequência.

 

– Irritabilidade ou tristeza espontânea: mudanças de humor sem razão aparente, choro frequente, reclamações sobre sua má sorte ou como os aspectos ruins de sua vida se vão, acessos de raiva e lutas frequentes por motivos aparentemente menores. Isso também pode ser importante no diagnóstico de depressão em adolescentes.

 

– Baixo desempenho escolar e queixas de falta de concentração: depressão em adolescentes, podem afetar o desempenho escolar direta e indiretamente. Problemas com notas, provas, e até mesmo ha casos de adultos com problema de TCC. Veja mais: Tcc Sem Drama. Além disso, baixa motivação, um estilo cognitivo ruminativo, pensamentos negativos sobre seu futuro e baixas expectativas podem ajudar a diminuir as notas e o desempenho no ambiente escolar.

 

– Mudança de amigos ou diminuição na frequência de partidas.

Imagem relacionada

– Comentários negativos sobre si mesmo, aspectos da sua vida ou do futuro: na depressão, é comum nos encontrarmos com a “tríade cognitiva”, isto é, pensamentos negativos sobre si mesmo, o futuro e o mundo. Não ignore comentários negativos que o adolescente faz sobre ele ou ela. Essas verbalizações podem ser usadas pelo adolescente para expressar seus sentimentos ou emoções, bem como nos dar pistas sobre seu autoconceito, autoestima e depressão.

 

– Comportamentos violentos: embora outros critérios diagnósticos devam ser levados em conta como um transtorno dissocial, a violência pode ser uma expressão de raiva e sofrimento e depressão, bem como a tomada de sua vida.

 

– Pensamentos suicidas: é necessário levar a sério qualquer comportamento ou comentário por parte do adolescente. Pensamentos sobre a morte, verbalizações como “minha família seria melhor sem mim”, “eu quero morrer” etc. Eles devem nos ajudar a prevenir comportamentos suicidas e prevenir comportamentos que ponham em risco a vida do jovem.

Depressão em adolescentes: como posso ajudar alguém?
Se você acha que seu filho, irmão, parente e outro adolescente bem conhecido sofre de depressão, eu lhe dou uma série de dicas que podem ser úteis. O primeiro deles é procurar ajuda profissional, que irá indicar o tratamento mais adequado para a ocasião. Segundo, existe alguns remédios no mercado que ajudam a melhorar o cérebro e seu desempenho, como lectus caps comprar. E por último, procurar saber a raiz do problema: o que assola a mente do jovem? a raiz do problema deve ser solucionada para que o tratamento se torne eficaz e o adolescente curado.